top of page

Estamos a viver um tempo de cura e libertação

Para quem não sabe, estamos a viver o fim de um ciclo. Plutão, o planeta da metamorfose, está a terminar um ciclo de cerca de 16 anos em Capricórnio: este arquétipo da estrutura, da visão consensual da gestão de recursos da humanidade baseada no lucro e acumulação, na ideia de alcançar o topo da montanha, o ápice da escada social. No nosso planeta os resultados dessa visão redutora, daquilo que é o nosso papel enquanto seres humanos, está à vista. Úrano em Touro está a trazer essa revolta do mundo natural e o acordar para a extinção da espécies, o plástico em cada partícula do oceano, em cada partícula do nosso sistema.


Neste momento em que escrevo, a quadratura de Saturno R em Aquário está a apertar-se, a ficar mais forte e ao mesmo tempo Úrano (regente de Aquário) está a fazer um semisextil ao Quíron em Touro, exato. Esta crise que estamos a sentir, social e interna, está a limpar terreno para purificarmos este nosso instinto (Quíron em Carneiro), a nossa sexualidade, os nossos desejos autênticos. Carneiro é essa conexão interna com o impulso dentro de nós que tantas vezes entra em conflito/confronto com Saturno, o que está estabelecido como bom e mau, certo e errado, na sociedade. Quantos de nós não desligam o instinto para fazer frente às necessidades de integração? Esses instintos continuam lá e agora é tempo de cura, para nós próprios iniciarmos uma nova era, alinharmo-nos com o devir universal.


Também o Nódo Norte em Gémeos faz um sextil ao Quíron. Temos escolhas a fazer, trazendo o conhecimento intuitivo de Sagitário, para traduzir em palavras em Gémeos e fazer a escolha de cura daquilo que é natural em nós. Libertarmos a repressão saturniana do nosso instinto de forma a levar ao mundo o que é a nossa expressão natural e verdadeira.

Saturno também está a dançar com Quíron: em Aquário faz-nos tremer por dentro. Têm sentido um terremoto interno? As estruturas tremem e as que não nos servem caiem. Saturno novil Neptuno em Peixes ajuda à dissolução. Trará a escuridão da dissolução uma luz ao fundo do túnel? Para haver espaço para o novo, o antigo tem que tornar-se pó. Para haver luz, terá de haver escuridão.

Desejo a todos um bom trabalho de cura.



コメント


Featured Posts
Check back soon
Once posts are published, you’ll see them here.
Recent Posts
Archive
Search By Tags
No tags yet.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page