top of page

Mercúrio R em Touro: como me reinventar nos meus recursos?


O Mercúrio retrógradoo costuma ter má fama! Como em tudo na vida, há que aprender a lidar, saber como ir com a maré e retirar os benefícios que lhe são inerentes! A má fama vem do facto de dentro de nós se tornar óbvio que há temas a mais dentro desta cabeça e ficamos mais distraídos e pequenos azares tecnológicos acontecem, deixando-nos por vezes em alhadas! A solução de qualquer Mercúrio R passa por acalmar a mente e ouvir a intuição. No caso do arquétipo de Touro, o segredo consiste em simplificar: do que é que eu preciso? Como posso atender às minhas necessidades mais simples?


Quando Mercúrio fica retrógrado é preciso desacelerar, mas mais ainda com Touro. É tempo de fazer as coisas bem, rever tudo cautelosamente porque a mente não está tão dedicada a detalhes, a não ser que seja algo com que a nossa alma vibre, porque aí, há a possibilidade de mergulhar num hiper foco! Com Touro, outras nuances vêm à superfície relacionadas com a nossa relação interna.


Touro convida ao trabalho na nossa autoestima e na capacidade de autosuficiência


Até o dia 15 de maio há uma profunda reavaliação da nossa relação interna a acontecer. Como é que eu estou comigo e o que é que eu posso mudar? Trabalhar na nossa autoestima e confiança na capacidade de responder as nossas necessidades é o foco deste período. Se soubermos que podemos contar connosco para estarmos seguros, a nossa autoestima aumenta. Está tudo interligado. Mercúrio retrógrado em Touro dará também enfâse às comunicações sobre finanças e à concentração na forma como gerimos os nossos recursos.


A polaridade de escorpião traz a intimidade à baila


Do outro lado da roda zodiacal, está Escorpião com o seu olhar penetrante e desconfiado. A retrogradação de Mercúrio em Touro vai ativar a chamada da atenção do outro para onde estamos estagnados, bloqueados ou a ser teimosos. A comunicação sobre a intimidade tenderá a estar em cima da mesa, trazendo os pontos onde as coisas não estão a funcionar, onde queremos aprofundar e até mesmo curar.


Recursos e bens materiais: Tempo de dar espaço ao novo

A retrogradação leva-nos a rever, repensar e reavaliar. Por isso, devemos perceber onde estamos a procrastinar e repensar formas de entrar em ação, no lugar de adiar. É preciso trazer luz ao que temos que já não nos serve e onde temos a possibilidade de criar espaço para o novo. Se não houver espaço para o novo, ele não pode entrar! Claro que o antigo é confortável e por isso é mais fácil falar do que agir. Esta será uma boa fase para olharmos para o que chamamos de "nosso" e pensarmos em novas formas de gerir esses recursos ou até percebermos que é altura de largar.


Alguns trânsitos importantes durante a retrogradação


Quando um planeta fica retrógrado, em astrologia, significa que vai fazer os mesmos aspetos aos outros planetas três vezes: quando está em movimento direto, quanto fica retrógrado e quando volta a estar direto. Logo no dia 21 de Abril a conjunção ao Úrano e à lua traz imprevistos emocionais e conversas inesperadas, mas também sonhos e intuições fenomenais. Revelações sobre finanças podem vir a lume. A conjunção ao Sol no mês de maio será também promotora de muitas reflexões sobre o nosso lugar no mundo e intenções de expressão individual. Mercúrio está também em grande proximidade ao Nódo Norte da Lua e Júpiter, fazendo-se adivinhar grandes novidades nas relações internacionais e acordos, por um lado, e, por outro, ao nível individual ações determinantes no campo material e financeiro e até nas relações amorosas. O sextil ao Saturno acaba por dar enfâse ao todo este lado formal dos acordos que levamos a cabo.

Commentaires


Featured Posts
Check back soon
Once posts are published, you’ll see them here.
Recent Posts
Archive
Search By Tags
No tags yet.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page